Anúncios

Estejam cingidos os vossos lombos! (Lucas 12.35)

Lucas 12.35 apresenta um imperativo curioso: “Ἔστωσαν ὑμῶν αἱ ὀσφύες περιεζωσμέναι”, que traduzido literalmente resulta em algo como: “esteja a vossa cintura vestida”, ou “estejam os vossos lombos cingidos”!

soldadoA atitude literal aludida nesse texto tem duas referentes possíveis. A primeira diz respeito ao uso de um cinto ou cinturão, o que era parte da armadura de um soldado romano. O cinturão servia tanto para prender a túnica dando maior agilidade em combate, como também protegia alguns órgãos vitais e continha suporte para armas. É nesse sentido que Efésios 6.14 ordena: “Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade” (στῆτε οὖν περιζωσάμενοι τὴν ὀσφὺν ὑμῶν ἐν ἀληθείᾳ).

Considerando o contexto doméstico de Lucas 12.35, no entanto, não é essa imagem bélica que Jesus está usando.

O outro sentido em que a expressão “cingir os lombos” era usada em tempos bíblicos, dizia respeito a levantar e amarrar a túnica, para que todo o pano ficasse acima dos joelhos, a fim de que a pessoa pudesse correr (1 Reis 18.46; 2 Reis 9.1), trabalhar (Lucas 17.7) ou lutar. Encontrei uma ótima ilustração na internet de como isso era feito:

Gird-Up-Your-Loins-2[1]
Fonte: http://www.huffingtonpost.com/2014/10/06/gird-your-loins_n_5941448.html
É por causa desse uso que a expressão “cingir os lombos” virou uma metáfora para “ficar preparado, estar pronto, vestir-se para a ação, etc.”. Também nesse sentido de estar preparado podemos entender outros usos da expressão como nos seguintes textos:

Êxodo 12.11: “Desta maneira o comereis: lombos cingidos, sandálias nos pés e cajado na mão; comê-lo-eis à pressa; é a Páscoa do SENHOR.” (No caso desse texto o uso é literal, não metafórico.).

Jó 38.3: “Cinge, pois, os lombos como homem, pois eu te perguntarei, e tu me farás saber.” (Veja também Jó 40.7)

Provérbios 31.17: “Cinge os lombos de força e fortalece os braços.”

Jeremias 1.17: “Tu, pois, cinge os lombos, dispõe-te e dize-lhes tudo quanto eu te mandar; não te espantes diante deles, para que eu não te infunda espanto na sua presença.”

1 Pedro 1.13: “Por isso, cingindo o vosso entendimento, sede sóbrios e esperai inteiramente na graça que vos está sendo trazida na revelação de Jesus Cristo. (A metáfora é ainda mais clara em, grego, visto que Pedro escreve: “cingindo os lombos do vosso entendimento!”. “Διὸ ἀναζωσάμενοι τὰς ὀσφύας τῆς διανοίας ὑμῶν* νήφοντες τελείως* ἐλπίσατε ἐπὶ τὴν φερομένην ὑμῖν χάριν ἐν ἀποκαλύψει* Ἰησοῦ Χριστοῦ”.

O que Jesus está ordenando em Lucas 12.35, então? Ele está dizendo que enquanto ele está fora, nossa atitude como cristãos deve ser como de escravos que estão prontos para ação e trabalhando, esperando a volta de seu senhor. Por hora, enquanto o esperamos, devemos estar cingidos e trabalhando duro, mesmo enquanto é noite (candeias acesas), pois quando o Senhor voltar, ele mesmo se cingirá (Lucas 12.37) e servirá aqueles que lhe foram fiéis. Aleluia!

Dica Exegética Uncategorized

Anúncios

João Paulo Thomaz de Aquino Visualizar tudo →

Mestre em Antigo Testamento pelo Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper (CPAJ, 2007), mestre em Novo Testamento pelo Calvin Theological Seminary (2009) e doutor em ministério pelo CPAJ (2015), doutorando em Novo Testamento pela Trinity International University. É professor de Novo Testamento no CPAJ e ministro da Igreja Presbiteriana do Brasil. É também editor dos websites http://www.issoegrego.com.br e http://yvaga.wordpress.com.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: